Ligue já: (98) 3015-7218 / 99142-1469 

marca-1.jpgmarca-2.jpgmarca-3.jpgmarca-4.jpgmarca-5.jpgmarca-6.jpgmarca-7.jpgmarca-8.jpgmarca-9.jpgmarca-10.jpg

Trabalhamos com todas as marcas e modelos de ar condicionado

ar condicionado spliter materia

 

Usar o aparelho da maneira correta pode garantir uma economia de até 50% na conta de luz

Imagine você dentro de casa, um calor do cão, e aquele ar-condicionado na sua frente, pronto para ser ligado. Você rapidamente pega o controle e coloca a temperatura no mínimo possível para gelar o ambiente mais rápido, certo? Errado.

Grande parte das pessoas costuma fazer isso, mas você sabia que, independentemente da temperatura que colocarmos, a capacidade e velocidade para resfriar o ambiente será a mesma? É o que explica o engenheiro mecânico Felipe Brochier, especialista em sistemas de ar-condicionado e conservação de energia.

— As pessoas se enganam quando ajustam a temperatura em 17ºC. O condicionador de ar não vai resfriar o local mais rápido por isso. Só irá consumir ainda mais energia, porque o aparelho terá que trabalhar muito para tentar atingir a temperatura desejada.

Felipe esclarece que, quanto maior a diferença de temperatura de dentro de casa para a rua, maior será a carga térmica do ambiente. Por isso, para ter uma economia na conta de luz e não sobrecarregar o aparelho, a temperatura indicada seria de, pelo menos, 23ºC. Quanto mais alto o valor do ajuste (23, 24 ou 25ºC) mais economia estará fazendo.

Se deixarmos o ar-condicionado ligado em 23 graus, por exemplo, será mais fácil de atingir a temperatura local, e o compressor irá se desligar, economizando, assim, mais energia. Essa economia pode chegar a 50%.

Aparelhos com sistema inverter podem economizar ainda mais
Já com os aparelhos de ar que possuem sistema inverter – capazes de atingir a temperatura desejada rapidamente e mantê-la constante, com pouca oscilação de energia – a economia pode ser ainda maior. Eles reduzem a velocidade do compressor e, ao atingir a temperatura desejada, diminuem e estabilizam a velocidade do compressor.

Deve-se levar em conta, também, a infiltração de ar – frestas das janelas ou abertura de portas –, o calor das paredes e o calor do vidro das janelas. Tudo influencia no clima do local. Para um melhor aproveitamento do aparelho, e controle de energia, é preciso garantir que portas e janelas estejam bem fechadas.

Outro fator importante é saber se você tem um ar-condicionado com a capacidade correta para o ambiente onde ele está (ou será) instalado. Para isso, é preciso multiplicar cada metro quadrado por 600 BTUs e somar o resultado ao número de pessoas que costumam ficar no ambiente (+ 600 BTUs para cada, sem contabilizar a primeira pessoa) e à quantidade de equipamentos eletrônicos no local (+ 600 BTUs para cada aparelho).

Exemplo

Uma sala com 15m² para três pessoas com dois computadores no local.

15m² x 600 BTUs + 1200 BTUs (duas pessoas, pois a primeira não conta) + 1200 BTUs (dois computadores) = 11400 BTUs

Neste espaço, seria indicado um ar-condicionado de 12000 BTUs.

Ainda é possível fazer um teste em casa para comprovar a economia. À noite, antes de usar o seu condicionador de ar, anote o valor de kWh registrado no contador de energia. No dia seguinte, veja quanto foi consumido. Faça a verificação com 17°C e 23°C para constatar a diferença. Não esqueça de considerar as condições climáticas nos dias em que fizer os testes. Precisam ser parecidas para a comparação.

 

Fonte: Nsctotal

lei ar condicionado 2018

 

Trabalhamos com base na Lei do PMOC. Não sabe como é? Venha conhecer!

Em julho deste ano de 2018, as vigilâncias sanitárias poderão multar os responsáveis por edifícios comerciais e industriais que não estiverem adequados à Lei 13.589/2018, mais conhecida como Lei do PMOC.

A nova legislação, que está em vigor para novas edificações desde janeiro, exige a execução de um Plano de Manutenção, Operação e Controle de sistemas e aparelhos de ar condicionado em edificações de uso público e coletivo, com o objetivo de eliminar ou minimizar riscos potenciais à saúde dos ocupantes.

Os engenheiros mecânico e industrial são os únicos profissionais que podem planejar e assinar o PMOC, segundo o diretor institucional da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (Asbrav), Sérgio Helfensteller.

“A lei abrange praticamente todos os ambientes comerciais e industriais e entrou em vigor em janeiro, dando prazo de 180 dias para os edifícios existentes se adequarem”, ressalta.

“A multa para quem descumprir a Lei do PMOC pode variar de RS 2 mil até R$ 1,5 milhão“.

“É importante destacar que a lei é válida para quem tem mais de 60 mil BTU/h instalados, o que é bem simples de encontrar, como empresas com quatro equipamentos de 12 mil BTU/h em suas dependências, por exemplo“, lembra.

Os sistemas de climatização e os respectivos planos de manutenção previstos na lei devem obedecer aos parâmetros de qualidade regulamentados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e às normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

 


Fonte: Linkedin

split janela ou portatil qual o melhor tipo de ar condicionado photo165230569 44 10 f

 

  • O ar-condicionado não piora a qualidade do ar, pois apresenta filtros antimofo e antibactéria;
  • Esses equipamentos não prejudicam as pessoas que possuem problemas respiratórios – muito pelo contrário. Como são equipados com filtros que podem reter até 99,9% das impurezas e poeira, o ar-condicionado pode ajudar nesse sentido;
  • Por geralmente não virem equipados com funções de umidificadores, o ar-condicionado pode reduzir a umidade do cômodo onde está instalado;
  • O ar-condicionado pode ser posicionado em qualquer ambiente da casa, desde que respeite as condições básicas de instalação (que varia conforme o modelo). Ele geralmente é colocado no alto porque o ar frio, mais denso que o quente, tende a descer criando o fenômeno chamado de convecção;
  • Alternar entre o modo “resfriar” e “aquecer” do ar-condicionado de uma hora para a outra pode prejudicar o funcionamento do produto. O aconselhável é que o equipamento seja desligado e permaneça assim por 3 minutos antes dessa mudança;
  • Os filtros do ar-condicionado precisam ser limpos periodicamente, de acordo com o uso de cada equipamento. Em ambientes muito empoeirados ou próximos de grandes centros urbanos, é recomendada a limpeza a cada duas semanas;
  • O painel dos produtos pode ser limpo apenas utilizando um aspirador de pó, mas, para evitar riscos, utilize um pano seco macio. Não use produtos químicos ou água;
  • Ambientes com incidência de luz – e consequente aumento da temperatura – podem exigir mais do ar-condicionado para refrigerar um ambiente. Recomenda-se o uso de cortinas foscas para contornar o problema;
  • Janelas e portas abertas podem causar o mesmo efeito da incidência da luz. Por isso, evite abrir ou manter aberto o cômodo que está sendo refrigerado ou aquecido pelo ar-condicionado.

 

      Fonte: TecMundo

manutenção

 

Instalação

O especialista deve olhar o quadro de luz e avaliar as instalações elétricas que podem não ter capacidade para atender ao consumo de energia de um sistema de ar-condicionado. “A empresa encarregada da instalação dos aparelhos deve colocar todos os equipamentos necessários, como bomba de vácuo e tubulações de cobre, e checar se não ocorrem vazamentos. Se isso não for feito, há comprometimento do funcionamento e diminuição da vida útil dos aparelhos.

Manutenção

A vida útil do sistema de ar-condicionado é em torno de 10 a 15 anos, mas depende da conservação e da higienização periódica. “Para assegurar um melhor desempenho e eficiência, deve-se executar a limpeza dos filtros e do gabinete em intervalos regulares, conforme as instruções contidas no manual que acompanha os produtos.O filtro interno do evaporador pode ser retirado pelo próprio morador e lavado mensalmente ou quando ele sentir que está muito sujo. Em grandes centros urbanos, recomenda-se a limpeza a cada duas semanas. Se há muita poeira em suspensão na região, uma vez por semana pode não ser suficiente. No painel, para evitar riscos, passe apenas um pano seco macio. Não use produtos químicos ou água. Também é preciso checar se existem vazamentos e fazer a medição do ar. Esses serviços devem ser realizados por uma empresa especializada de seis em seis meses.

Consumo de energia

O aparelho ou o sistema de ar-condicionado é um item que consome bastante energia elétrica. Dependendo da capacidade, gasta mais do que um chuveiro elétrico. Por isso, precisa ser corretamente dimensionado para não haver desperdício de eletricidade. Se a pessoa compra direto com um vendedor, pode adquirir um aparelho de 12 mil BTU/hora, quando só precisa de 9 mil BTU/hora.

O gasto de energia elétrica aumenta em decorrência do uso equivocado. “O termostato é colocado em uma temperatura baixa para resfriar rapidamente a área. Além de, muitas vezes, forçar o compressor, quando atinge essa temperatura, ele é desligado”, diz o engenheiro. Esse liga e desliga leva ao excesso de consumo de energia. O indicado é manter a temperatura entre 23 e 25 graus,média que deixa apenas 10% das pessoas insatisfeitas.

Dicas de economia de energia elétrica

• Instale o aparelho em local de boa circulação de ar e evite posicionar móveis e objetos de maneira que obstruam a saída e/ou a entrada de ar dos equipamentos.
• Mantenha as portas e as janelas do ambiente fechadas quando o ar-condicionado estiver ligado.
• Limpe periodicamente os filtros porque a sujeira diminui a eficiência do equipamento.
• Desligue o aparelho sempre que você se ausentar do espaço por mais de duas horas.
• Feche as cortinas e/ou persianas no cômodo, evitando assim a entrada de calor excessivo.

 

Fonte: revista casa e jardim

76Q2U 1024x680

 

Ter um ambiente climatizado em casa é uma delícia, não é mesmo? O ar-condicionado é um grande aliado nos dias mais quentes do ano e, por isso, o aparelho tornou-se um verdadeiro objeto de desejo para muitas pessoas. Entretanto, manter uma máquina dessas exige certos cuidados especiais.

Para garantir sua eficiência, listamos 6 dicas que vão aumentar a vida útil do seu ar-condicionado. Confira!

1. Seja cuidadoso na hora de instalar o aparelho
Muitas pessoas ficam ansiosas para ter o ar-condicionado funcionando logo e, dessa forma, acabam instalando por conta própria a máquina. Mas atenção: esse é um grande erro que pode comprometer sua durabilidade. Para garantir o bom funcionamento do aparelho, o ideal é que um técnico especializado faça o trabalho. Se não puder pagar pelo serviço qualificado, procure ler com muita atenção o manual de instruções, ok?

2. Faça a limpeza dos filtros com frequência para aumentar a vida útil do ar-condicionado
Se você pretende que seu ar-condicionado funcione por muitos anos, a dica é limpar os filtros periodicamente. Além de melhorar sua eficácia, a tarefa evita que o aparelho seja prejudicial à nossa saúde. Quando a máquina está limpa, os filtros têm a capacidade de renovar o ar, eliminando bactérias, fungos e micro-organismos que podem causar doenças respiratórias e oferecem risco de alergia.

3. Leia as recomendações do manual
Para realizar a limpeza correta dos filtros é fundamental que você leia todas as indicações do manual de instruções do produto. Isso porque é nele que você vai encontrar a forma certa de instalar o aparelho e ainda poderá conferir dicas úteis de como usá-lo no cotidiano. Somente assim você poderá garantir que o ar-condicionado dure por um bom tempo.

4. Proteja a unidade externa
A parte do eletrodoméstico que fica na parte de fora dos edifícios ou das casas geralmente sofre com fatores como calor em excesso, chuva, maresia, entre outros. Embora estes aparelhos sejam feitos para resistir ao máximo a agressões da natureza, a indicação é usar guaritas externas.

Quando for instalar o produto, veja com o técnico quais os melhores acessórios para proteção da sua máquina.

5. Use o aparelho corretamente
Você sabia que o uso adequado do ar-condicionado é com portas e janelas fechadas? Isso aumenta a vida útil do ar-condicionado, pois o aparelho fica menos sobrecarregado para resfriar o espaço. Sem contar que quando os acessos do ambiente estão fechados, você economiza com a conta de luz, já que a máquina trabalha menos.

6. Faça uma manutenção preventiva
A melhor maneira de garantir a eficiência do ar-condicionado é fazendo uma manutenção anual para verificar suas condições. Existem diversas empresas que realizam esse tipo de serviço para que você possa ter à sua disposição vários orçamentos e escolher o que cabe no seu bolso. É muito importante realizar esse check-up preventivo para preservar a saúde de todos os usuários.

 

Fonte: blog adias

Serviços

manutencao ar condicionado

Manutenção de ar condicionado

Atendimento Personalizado. Manutenção, Limpeza e Conservação de Ar-condicionados, Refrigeradores, Balcões Frigoríficos. Serviços Rápidos, Seguros e com Qualidade. Orçamento sem Compromisso. Ligue e Confira Nossos Serviços!

servico-imagem.jpg

Instalação de ar condicionado

Atendimento Personalizado. Manutenção, Limpeza e Conservação de Ar-condicionados, Refrigeradores, Balcões Frigoríficos. Serviços Rápidos, Seguros e com Qualidade. Orçamento sem Compromisso. Ligue e Confira Nossos Serviços!