Ligue já: (98) 3015-7218 / 99142-1469 

marca-1.jpgmarca-2.jpgmarca-3.jpgmarca-4.jpgmarca-5.jpgmarca-6.jpgmarca-7.jpgmarca-8.jpgmarca-9.jpgmarca-10.jpg

Trabalhamos com todas as marcas e modelos de ar condicionado

O frio

Junto com as temperaturas mais frias chegam alguns problemas de saúde, normalmente relacionados à alergias e doenças respiratórias, como resfriado, gripe, bronquite, pneumonia, asma e rinite.
O ar-condicionado usado no trabalho, em casa ou até mesmo no carro pode causar diversas doenças transmissíveis pelo ar, caso não seja feita uma limpeza periódica. Isso porque as paredes dos tubos do ar-condicionado parecem cavernas com alta concentração de ácaros, bactérias, fungos, vírus e transmissores de doenças.
A falta de cuidados de limpeza pode acarretar ou mesmo agravar doenças pré-existentes como conjuntivites, problemas respiratórios como bronquite e rinite, e uma série de outras reações alérgicas. O médico conta que aparelhos mal conservados são responsáveis até por um tipo de bronquite asmática batizada pelos especialistas de asma do ar-condicionado.
Segundo o especialista, isso acontece porque o ar expelido pelo aparelho paralisa os cílios (pêlos) que revestem as paredes do sistema respiratório e são encarregados de jogar para fora as impurezas que entram junto com o ar que respiramos. “Com esta paralisação, os agentes causadores de problemas alérgicos permanecem no organismo livres para provocar doenças respiratórias”, afirma.
A influência do aquecedor na incidência de doenças respiratórias não acontece pelo fato de aumentar a temperatura do ambiente. “O ar frio exerce o mesmo efeito. O problema é que o ar-condicionado desidrata o ar e resseca o muco protetor que reveste as mucosas das vias aéreas. O ressecamento destrói anticorpos e enzimas que atacam germes invasores, predispondo as pessoas às infecções”.
Aconselha-se aos usuários de ar-condicionado a ingestão de muita água, em quantidade de cerca de dois litros diários. Para diminuir o ressecamento do ambiente, uma opção é adquirir um umidificador de ar, em forma de vaporizadores, que ajudam a respirar melhor. Porém, o uso excessivo deixa o ambiente muito úmido, o que favorece a concentração de ácaros e fungos. “O ideal é não passar de duas horas. Depois disso, deve-se ventilar o ambiente e, só depois, ligar o vaporizador de novo”.

Outro cuidado importante, é se precaver contra o choque térmico. Para um adulto saudável, sair de um ambiente com aquecedor e ir para a rua fria não é um problema. No máximo pode provocar uma leve congestão nasal. Mas, para idosos ou crianças, que têm o sistema imunológico mais sensível, e também para pessoas com problemas cardíacos ou pressão alta, pode fazer mal.

Saiba a diferença entre os aparelhos O calor não dá trégua! Para tentar amenizar a sensação de abafamento, muita gente tem recorrido aos aparelhos de ar-condicionado e climatizadores. Cabe explicar que o tamanho do aparelho deve seguir a metragem da casa ou apartamento. "Para cada ambiente existe um equipamento adequado. A capacidade dele também é determinada de acordo com o ambiente." Mas, por muita gente não saber exatamente a diferença entre o ar-condicionado e o climatizador, pode ser que surjam dúvidas na hora de comprar o aparelho, incluindo qual irá atender melhor às necessidades. "O ar-condicionado utiliza gás refrigerante para baixar a temperatura e o climatizador usa água. Sendo assim, o ar-condicionado é mais eficiente". Qual escolher? Segundo o profissional, para quem procura refrescar o ambiente com eficiência, a melhor escolha é o ar-condicionado, já que o climatizador não irá amenizar a temperatura por completo, principalmente se estiver muito calor. "O climatizador nada mais é do que um equipamento que utiliza água como forma de troca de calor, mas, quando a temperatura está muito elevada, o líquido precisa estar gelado. Algumas vezes, é necessário colocar gelo no recipiente para obter um maior frescor." Em contrapartida, o climatizador não deixa o ar seco. Já o ar-condicionado, sim. "O climatizador utiliza água para baixar a temperatura do ambiente. Ele deixa o ambiente mais úmido", ressalta o especialista. No mercado, existem vários modelos de aparelhos ar-condicionado. Um deles é o Split, dividido em duas partes: uma fica no ambiente interno e a outra fica no externo. Também existem aparelhos portáteis e de teto. Considerando o consumo de energia elétrica, o ar-condicionado gasta mais que o climatizador. "Se não quiser investir muito, a melhor opção é o climatizador ou pesquisar bastante em lojas." O climatizador é uma boa opção para quem tem problemas alérgicos. "Como o próprio nome diz, ele climatiza e é apenas indicado para ventilar e umidificar." Instalação Antes de comprar um ar-condicionado, recomenda-se a visita de um técnico para verificar a possibilidade de instalação. Em caso de prédio, se o projeto permite furo e suporte para o equipamento. Outro fator importante é verificar a capacidade energética do prédio. Valor Ambos os aparelhos podem variar de preço de acordo com a potência e a marca. Considerando uma sala de 25 metros quadrados, onde ficam três pessoas, por exemplo, o ar-condicionado indicado é o de 26.500 BTUs (Unidade Térmica Britânica - que determina a potência de refrigeração), que custa de R$ 2.199 a mais de R$ 3 mil. Já para os climatizadores, os preços começam em R$ 200 e chegam a R$ 500. Alguns contam com duas opções: além de climatização também oferece aquecimento. "Minha dica é que a pessoa procure uma empesa especializada e credenciada para fazer um orçamento e analisar o ambiente a ser climatizado".

Tremores de terra

O Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB) informou que um tremor de terra atingiu, na manhã desta segunda-feira (2), parte da Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com o professor George Sand, o abalo, de 3.7 na Escala Richter, teve o epicentro na cidade de Esmeraldas e pode ser sentido em um raio de 100 quilômetros.
No início da manhã desta segunda, o Observatório Sismológico da UnB havia informado que a intensidade do tremor era de 4.2 na Escala Richter. Por volta das 10h, o magnitude foi corrigida para 3.7.

Ainda de acordo com Sand, o tremor de 3.7 é considerado moderado para o Brasil. Ele informou que o abalo, registrado às 6h21, não compromete a estrutura das casas. Conforme o professor, esse é o maior abalo já registrado no local.
Segundo George Sand, o primeiro tremor na região, de 2.8 na Escala Richter, foi em 1992. Desde então, conforme o professor, foram cerca de 50 abalos, todos de baixa intensidade. Ele falou que entre as cidades que sentiram os reflexos do tremor estão Contagem, Betim, Mateus Leme, Igarapé, Pará de Minas, Ribeirão das Neves, Belo Horizonte e Florestal.
O Observatório Sismológico da UnB disse que novos abalos podem acontecer nos próximos dias na Região Metropolitana da capital. Conforme a universidade, os novos tremores devem ser bem menos intensos que o desta segunda.
O Corpo de Bombeiros informou que, até as 8h10, não havia sido chamado. O coordenador técnico da Defesa Civil de Betim, Gilberto Vieira Andrade, disse que moradores de vários bairros da cidade ligaram para o órgão e relataram ter sentido o tremor. Segundo Andrade, ninguém, porém, se queixou de danos.

Sete Lagoas
No último dia 24 de março, um tremor de terra foi registrado em Sete Lagoas, na Região Central de Minas Gerais. Não houve registro de danos na ocasião, segundo o Corpo de Bombeiros.
O professor George Sand, do observatório, explicou que a intensidade do tremor era fraca e que os moradores da região devem ter sentido o solo balançar por cerca de 15 segundos.

É possível remover o mofo das paredes?
Se a parede não for porosa, é mais simples a remoção, basta um pano úmido com água ou algum produto anti-mofo.
Já em paredes porosas, ou se há gesso sem pintura, é mais fácil remover todo o reboco e refazer a parede, pois o mofo cresce no interior do material e não só na superfície, ficando impossível de ser removido completamente apenas com a limpeza.
Diferença entre mofo e bolor
Ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, mofo e bolor não é a mesma coisa. Os dois são causados por fungos, mas o bolor apenas contamina os objetos e o mofo é capaz de corroer aquilo que ele afeta. O bolor aparece em relevo, de cor acinzentada e pode ser limpo com um pano úmido. Já o mofo aparece como pontos pretos e é muito mais difícil de ser retirado, principalmente quando ele infecta objetos de fibra ou tecidos.

dep tgdwa5635 fungos2

Como o ar condicionado pode ajudar no combate ao mofo?
À forma mais adequada de evitar a formação e proliferação do mofo é o controle da umidade relativa através dos sistemas de climatização.
O ar condicionado retira a umidade do ar. Usando adequadamente, trocando os filtros regularmente e fazendo a higienização regular do aparelho, ele é capaz de manter a umidade relativa do ar abaixo de 60%, e quanto mais baixa, melhor.
Principalmente em dias muito quentes ou chuvosos, deixe o ar condicionado ligado na função desumidificar por algumas horas, isso ajudará muito no combate ao mofo.
Problemas que o mofo pode causar na saúde humana.
Para à natureza o fungo é favorável, pois ele decompõe a matéria orgânica e pode ser usado como remédio. Porém, dentro de casa, os fungos, que parecem ser inofensivos, causam danos para a saúde.
As manchas que se proliferam nas paredes e o cheiro de mofo podem causar irritações e infecções nos olhos e na pele. Quando um indivíduo fica muito tempo exposto ao mofo, podem-se desencadear problemas nos pulmões, pois eles entram pelas vias respiratórias causando crises alérgicas e até mesmo infecções mais graves, como sinusite e asma.
Para prevenir o mofo, siga estas três dicas básicas
1- Utilize produtos anti-mofo. A função básica deles é retirar a umidade do ar e evitar a proliferação dos fungos nos locais onde eles mais aparecem, como: armários, gavetas e paredes. Existem diversos tipos de anti-mofo, que além de ajudar a diminuir a umidade do ar, ainda perfumam o ambiente.
2- Abrir as portas e janelas periodicamente ajuda a promover a circulação do ar. Alguns cômodos que não são muito usados acabam sendo esquecidos. Lembre-se de arejar todas a peças da casa, inclusive as que não têm circulação de pessoas.                                                                                                                       3- Conserte vazamentos, telhas, paredes e tetos, pois estas áreas problemáticas são as preferidas para os fungos se proliferarem.

 

mofo

Serviços

manutencao ar condicionado

Manutenção de ar condicionado

Atendimento Personalizado. Manutenção, Limpeza e Conservação de Ar-condicionados, Refrigeradores, Balcões Frigoríficos. Serviços Rápidos, Seguros e com Qualidade. Orçamento sem Compromisso. Ligue e Confira Nossos Serviços!

servico-imagem.jpg

Instalação de ar condicionado

Atendimento Personalizado. Manutenção, Limpeza e Conservação de Ar-condicionados, Refrigeradores, Balcões Frigoríficos. Serviços Rápidos, Seguros e com Qualidade. Orçamento sem Compromisso. Ligue e Confira Nossos Serviços!