Ligue já: (98) 3015-7218 / 99142-1469 

marca-1.jpgmarca-2.jpgmarca-3.jpgmarca-4.jpgmarca-5.jpgmarca-6.jpgmarca-7.jpgmarca-8.jpgmarca-9.jpgmarca-10.jpg

Trabalhamos com todas as marcas e modelos de ar condicionado

 PUr edc8 2

 Para aliviar as altas temperaturas, vale de tudo para refrescar o ambiente, seja com um leque, ventilador ou ar-condicionado - mesmo sabendo que a conta de luz vai ficar mais cara. Quem não tem, ou precisa trocar, deve ficar atento a uma série de questões antes de comprar um aparelho de condicionamento de ar. Além do preço, o consumidor precisa estar inteirado das especificações de cada tipo, modelo, marca, capacidade e consumo. Diante da grande variedade ofertada no comércio, a informação é a melhor aliada antes de comprar. A FOLHA consultou especialistas para garantir uma escolha consciente. "É fundamental optar por uma marca de confiança e que tenha uma boa pós-venda, com uma ampla rede de assistência técnica. Outra questão importante é a instalação. O ideal é contratar um profissional credenciado pelo fabricante, para que seja ela feita obedecendo a critérios e normas técnicas", explica o engenheiro mecânico Maurício Lopes, presidente do Comitê Nacional de Climatização e Refrigeração.

Nas lojas, o consumidor encontra um número cada vez maior de aparelhos do modelo split, aqueles que têm as unidades de evaporação e condensação instaladas separadamente. Esses são os mais modernos, apresentam tecnologias que promovem economia de energia e têm uma enorme vantagem em relação aos aparelhos de janela. O maquinário em que fica localizado o compressor é instalado fora, enquanto nos modelos antigos todo o equipamento fica concentrado em um bloco único. O resultado é que o funcionamento do split, por esse motivo, é mais silencioso. Há ainda uma gama de aparelhos portáteis. Esses, no entanto, devem ter maior cuidado e atenção antes de serem escolhidos como solução. É o que alerta o especialista. "São aparelhos construídos com limitações que fazem com que tenham menos eficiência energética e de climatização. Nesses casos, uma unidade de 12 mil BUTs dificilmente irá funcionar como um split ou ar de janela. No máximo chega a 9 mil, consumindo mais energia. Isso porque a troca de calor é feita por um duto pequeno instalado na parede e a própria máquina gera calor dentro do ambiente", alerta Lopes.

Entender sobre as especificações dos aparelhos de ar-condicionado pode ser um trabalho complexo para os leigos no assunto. No entanto, os fabricantes brasileiros oferecem os dados de forma mais simplificada no selo Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica) - programa do governo federal, coordenado pelo Ministério de Minas e Energia e executado pela Eletrobras. Além dos dados sobre o consumo energético, a etiqueta é uma garantia de que a capacidade de refrigeração do aparelho foi comprovada. Isso porque, para solicitar a certificação, o fabricante precisa fazer um ensaio de desempenho e de segurança elétrica em um dos laboratórios autorizados pelo Selo Procel, comprovando a eficiência energética do equipamento e o atendimento aos critérios de segurança elétrica. "Em relação aos condicionadores de ar portáteis, até o momento não existe uma regulamentação no Brasil que avalie a eficiência energética desses equipamentos. Com a falta de uma regulamentação, fica difícil opinar sobre esse tipo de equipamento", explica Marcel da Costa Siqueira, gerente do Programa Nacional de Conservação de Energia.

 

FUTURO

O movimento do comércio e dos lançamentos da indústria vem demonstrando que o futuro do ar-condicionado se encaminha para os aparelhos split. As construtoras também estão acompanhando essa lógica. Grande parte dos novos empreendimentos imobiliários já contam com área técnica para a instalação dos aparelhos mais modernos, substituindo aqueles espaços para os modelos de janela. Vale lembrar que a instalação dos splits é mais complexa, requer uso de dreno e ligação elétrica própria. Por isso, o trabalho de um técnico é essencial, mas eleva os custos. Então, antes de comprar um modelo, deve-se calcular o quanto custará no fim, incluindo a mão de obra - isso sem falar no consumo. Para aliviar no gasto com a companhia de energia elétrica, os fabricantes oferecem os modelos conhecidos como inverter. A tecnologia regula o fluxo de energia do sistema, alterando a velocidade do compressor, o que reduz o consumo de energia quando se detecta que o ambiente precisa de menos refrigeração. Segundo Lopes, os portáteis não representam nem 0,01% do mercado e não têm tendência a aumentar. 

Além dos critérios técnicos, quem planeja aplacar o calor com um aparelho de ar-condicionado deve ficar atento ao que diz o Código de Defesa do Consumidor. Para a advogada Livia Coelho do Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor), é importante ficar atento quanto aos termos da garantia contratual, aquela disposta pelos fabricantes, válida depois dos 90 dias da garantia legal. Testar o aparelho também é essencial, mesmo que o ar-condicionado vá ter suas funções postas em prova em dias de calor. Em lojas virtuais, os clientes têm um prazo de até sete dias para desistir da compra. Já nas lojas físicas, o prazo de troca garantido pela lei protege os compradores de vícios ocultos ou de não apresentar o que é prometido. "Aconselho buscar conhecer a credibilidade dos fabricantes na internet. É uma forma de se saber como as empresas costumam proceder", aconselha a advogada para que, antes de gelar o ambiente, o consumidor não esquente a cabeça.

 

Fonte: Folha de Londrina

Serviços

manutencao ar condicionado

Manutenção de ar condicionado

Atendimento Personalizado. Manutenção, Limpeza e Conservação de Ar-condicionados, Refrigeradores, Balcões Frigoríficos. Serviços Rápidos, Seguros e com Qualidade. Orçamento sem Compromisso. Ligue e Confira Nossos Serviços!

servico-imagem.jpg

Instalação de ar condicionado

Atendimento Personalizado. Manutenção, Limpeza e Conservação de Ar-condicionados, Refrigeradores, Balcões Frigoríficos. Serviços Rápidos, Seguros e com Qualidade. Orçamento sem Compromisso. Ligue e Confira Nossos Serviços!