Imprimir

sd 2903

 Ar-condicionado

O xodó da galera e a preferência de quase todos os que querem contornar o forte calor, o ar-condicionado é o verdadeiro controlador da temperatura, permitindo determinar quantos graus um ambiente deve manter (dentro de um limite, é lógico). Para o correto funcionamento do equipamento, é preciso isolar o ambiente fechando portas e janelas.

Principais vantagens: oferece um conforto térmico melhor, é capaz de refrigerar ambientes grandes e é adequado para qualquer condição climática.
Principais desvantagens: consome mais energia do que as outras opções e exige uma instalação de maior custo (executada por um profissional qualificado). Além disso, alguns modelos diminuem a umidade do ar no ambiente.

 

Climatizador
Geralmente confundido com o ar-condicionado, o climatizador tem o seu funcionamento mais parecido com o de um ventilador tradicional, apesar de possuir recursos extras. Além de promover a circulação do ar no ambiente, esse equipamento aumenta a umidade do ar através da evaporação da água. Dependendo do modelo, esses dispositivos podem diminuir até 5 °C e outros possuem até função de aquecimento.

Principais vantagens: ao contrário do ar-condicionado, o climatizador dispensa a necessidade de isolar o ambiente. Além disso, o equipamento pode melhorar a qualidade do ar e consome menos energia, podendo ser leve e compacto (dependendo do modelo).
Principais desvantagens: o climatizador não é indicado para regiões bastante quentes e úmidas e não promove uma refrigeração muito eficiente do ambiente, apenas ventilando e umidificando.

 

Circulador
Este equipamento é destinado a distribuir o ar de forma homogênea para várias direções – diferente do que acontece com o ventilador. O circulador é a opção ideal para quem não gosta de ficar com o vento diretamente no rosto na hora de dormir, por exemplo, podendo ser portátil ou fixo no ambiente.

Principais vantagens: dependendo do modelo, não exige instalação e é perfeito para quem não quer ser incomodado com o barulho, pois é bastante silencioso, ou vento direcionado.
Principais desvantagens: é pouquíssimo eficiente para ambientes grandes e não promove uma grande redução na temperatura.

 

Ventilador

Opção mais tradicional e mais em conta entre as alternativas, o ventilador é provavelmente o mais conhecido de todos. Dependendo da potência, o equipamento é capaz de reduzir até 3 °C, mas, mesmo com a opção giratória, é direcionado para apenas um lugar, sendo mais indicado para uso individual. Possui vários modelos, podendo ser portáteis ou fixos na parede ou teto. Esses últimos são capazes de refrescar um ambiente de até 20 m² (dependendo da potência e tamanho das pás).

Principais vantagens: é a mais barata entre as opções e possui uma grande variedade de modelos. Além disso, geralmente é voltado para o uso individual.
Principais desvantagens: não umedece ou refrigera o ar e o vento só é direcionado para um único local.

 

Fonte: Tec Mundo